segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

A BD A PRETO E BRANCO (25) - As escolhas de Carlos Rico (11)

Zé Paulo (Foto: Geraldes LIno)
ZÉ PAULO (1937-2008)
Zé Paulo nasceu em Lisboa.
Publicou desenhos na revista alemã "Pardon", em 1974, mas foi na "Visão" que o seu trabalho atingiu o ponto mais alto. Aí publicou "Histórias que a Minha Avó Contava Para eu Comer a Sopa Toda", "O Espantalho", "A Batalha de Rzang", "Abril Águas Mil", entre outras. A Família Slacqç (em cinco episódios) é, de todos, talvez o seu melhor trabalho.
Em 1976, publicou o álbum "A Direita com a Cara à Banda (Desenhada)", uma selecção de "Os Direitinhas", trabalho publicado inicialmente no jornal "Diário".
Colaborou com bd's no "DL Fanzine" (suplemento do Diário de Lisboa), "Fungagá da Bicharada", "Lx Comics", "Eros", "TertúliaBD Zine" "Efeméride", etc.

Duas pranchas de "Encontro com o Rato Mickey", da série "A Família Slacqç" (1976)



ORESTES SUAREZ (1950)
Nascido em Cuba, é um dos maiores nomes da BD latino-americana. Desenhou séries humorísticas, semi-humorísticas, históricas ou de aventuras ("Inês, Aldo y Beto", "Trampa de Estrellas", Timur y su Pandilla", "Blito", "Camila", "Vitralitos"...), alternando, por vezes, o seu traço de acordo com o tema em que trabalhava.
Publicou em revistas como "Pásalo", "Pionero", "Zunzún", "Cómicos", "Pablo", "Mi Barrio", "Skorpio", "Lanciostory"...
Em 1994 ingressa na Sergio Bonelli Editore onde realiza mais de 1300 pranchas para Mister No, e desenha o Texone #24 ("I Ribelli di Cuba")um privilégio de que muito poucos se podem orgulhar, já que a editora reserva esta colecção para os melhores desenhadores de craveira internacional.
Primeira prancha de "Me Voy a España"in "Pablo" #1 (1985)

O "Tex" de Orestes Suarez



RUGGERO GIOVANNINI (1922-1983)
Italiano, nascido em Roma, trabalhou para o conceituado jornal "Il Vittorioso". Aí desenhou, por exemplo, as séries Jim Brady e Flash (um personagem que era jornalista fotógrafo, não o conhecido super-herói).
Trabalhou, também, para Inglaterra (onde desenhou séries como "Jim Canada", "Olac, o Gladiador", "Os Três Mosqueteiros", "Olaf, o Viking" ou "Robin Hood", entre outros) e França. A sua obra mais conhecida será "Capitão Erik".
Entre outras distinções, recebeu o troféu Il Cartoonist, na Mostra Internacional de Cartoonistas de Rapallo.

Prancha de "Le Grandi Acque"
Prancha de uma aventura de "Olac, o Gladiador"

Sem comentários:

Enviar um comentário