sábado, 24 de abril de 2021

TALENTOS DA NOSSA EUROPA (50) - SUAT YALAZ (Turquia)

Suat Yalaz (1932-1992)
A Turquia, que marca hoje o que sobrou do terrível Império Otomano, é um país bizarro, pois divide-se entre a Ásia (a maior extensão) e um relativamente pequeno território na Europa. 
O grande líder foi Mustafá Kemal Ataturk, que logo encetou a modernização do país, incluindo a adopção do alfabeto latino e a total liberdade de cultos religiosos. Hoje, a Turquia, é dirigida por um quase ditador megalómano, Recep Tayyip Erdogan, que tem levado o país a andar para trás...
No que toca à Banda Desenhada, tem imensos desenhistas, cartunistas e caricaturistas. Daqui, o grande e merecido destaque vai para Suat Yalaz, que nasceu a 1 de Janeiro de 1932 em Çiçekagi (na parte asiática) e faleceu em Istambul (na parte europeia) a 2 de Março de 1992.
Chegou a usar os pseudónimos Gi-Toro, Jimmy Toro e Walter Kinim.
Além de desenhista, também foi capista e cineasta.
Por um largo tempo da sua vida, dividiu-se entre Paris e Istambul. Estudou na Faculdade de Belas Artes de Istambul.
Preferencialmente, abordou temas históricos, mais ou menos medievais, mas não se esquivou ao humor e ao erotismo. "Satanika", "Lady Sex", "O Náufrago das Bermudas" ou "Futurella", são alguns títulos da sua obra erótica. 
Pranchas de "Futurella"

Pelo humor, salienta-se a sua paródia a "Tarzan" e "Bolizoros".
Cenas de uma paródia a "Tarzan"
Tira de "Bobizoros"

As suas obras mais marcantes são "Changor"...




"Kébir"...




"Ringo"...




"Karaoglan" (ex-"Kaan")....


...e "Sony".


Para o Cinema/TV, dirigiu e/ou adoptou a sua série-BD "Karaoglan".
Muito estimado e popular na sua Turquia, também foi bem apreciado em França, Bélgica, Suíça e Argélia. Em Portugal, nada consta...

LB

Sem comentários:

Enviar um comentário